versao_portuguesa     english_version
Mensagem inicial
A Junta de Freguesia
Novidades
Fotografias
As aldeias
A nossa gente
Projectos
Património
Indústrias
Educação
Artesanato
Gastronomia
À nossa volta
Associações
Contactos & Links

Cardigos 1







Presunto

Presunto de Mação já tem marca própria. Objectivo: diferenciar-se no mercado nacional e internacional abrindo novas franjas de mercado para o sector das carnes no concelho de Mação.

 

O concelho de Mação sempre se destacou na agricultura e pecuária num cenário predominantemente florestal, pontificando a olivicultura, a vinha, a caprinicultura e a apicultura como sectores nucleares. Sendo um concelho predominantemente rural, Mação sempre se distinguiu pela vincada preservação da sua paisagem e meio ambiente e pela excelência dos seus produtos justificando assim a denominação da “terra dos 3 A’s” (Azeite, Água e Azeite).

Dadas as suas especificas condições edafo-climáticas, desde tempos imemoriais que Mação é reconhecido pela excelência dos seus enchidos, fumados e presuntos, verdadeiro ex-líbris do concelho.

Com o objectivo de preservar e divulgar o património concelhio, edificado pelo querer dos antepassados, que sabiamente o aperfeiçoaram até à exaustão surgiu a Marca Mação. Esta é o colorário desta indomável vontade de valorizar o que é nosso e que não existe em mais algum lugar.

 

A Associação dos Industriais de Carne do concelho de Mação nasceu em 2006 pela vontade dos próprios industriais de toda a fileira da transformação de carnes com o apoio da Câmara Municipal de Mação. O facto de as empresas existentes no concelho serem de índole maioritariamente familiar e de pequena ou média dimensão, tornou-se premente, de acordo com Sara Catarino, presidente da associação, “criar uma associação que nos permitisse ter uma voz conjunta e mais forte a nível nacional”, num concelho como o de Mação que é responsável por 70% da produção nacional de presunto. “Actuar de forma consertada permite-nos melhorar o desempenho empresarial, a nível estratégico, organizacional e comercial”, diz também Sara Catarino.

A criação desta associação vai permitir divulgar em conjunto as empresas associadas, os produtos que lhes estão adstritos e a região compreendida na área social de intervenção, incluindo a participação em feiras, mostras e outros certames.

Como forma de diferenciação e de criação de valor, “apostámos na criação de uma imagem de marca de qualidade, sem prejuízo da independência produtiva, comercial e estratégica de cada associado, através da produção de produtos com elevado valor acrescentado e de qualidade superior, uniformizada e certificada, permitindo-nos simultaneamente a redução de custos, maximizando assim o binómio qualidade/preço”, descreve Sara Catarino.

Por fim, a presidente da associação refere que “a criação de uma marca gourmet para um produto de excelência garante ao consumidor estar a comprar um produto genuíno, de qualidade superior e certificada”.

 

Marca Mação identifica os produtos artesanais mais representativos e de excepcional qualidade, desde o presunto e enchidos ao mel passando pelo azeite e azeitonas e a mais longo prazo, o queijo e o pimentão doce e salgado. Estes produtos terão um elevado valor acrescentado e qualidade superior, uniformizada e certificada permitindo a redução de custos de produção, maximizando assim o binómio qualidade/preço.

Adquirir um produto Marca Mação garante ao consumidor estar a comprar um produto genuíno, de qualidade superior e certificada.

 

Logótipo simboliza força, exalta a riqueza, representa o orgulho de produzir, certifica a genuinidade e qualidade de cada produto e garante ao consumidor o privilégio de degustar a própria natureza.

Este logótipo estará apenso apenas em produtos de elevada qualidade e especificidade produzidos exclusivamente no concelho de Mação.

O grafismo do logótipo será imutável mas as cores mudarão consoante o produto. Assim a cor Vermelha destina-se ao presunto e enchidos, Amarelo-Torrado ao mel e o Verde ao azeite e azeitonas.

 

Características do Presunto Marca Mação

Apresenta uma conformação uniforme e homogénea e consistência firme, com textura regular e pouco fibrosa.

Gordura com aspecto pouco brilhante e untuoso branca ou amarela, sendo aromática e agradável ao paladar. Aroma característico e copioso, complexo e intenso. Sabor “sui generis” também intenso e agradável, com elevada suculência.

Caracteriza-se pelo seu diminuto teor de sal e ausência completa de fumo.

Poderá ser apresentado inteiro com ou sem pernil, desossado em metades, quartos ou nacos e fatiado.

Marcação a fogo, pela entidade certificadora, identificando a data de início de processamento.

 

Certificação do presunto Marca Mação

A certificação é feita por uma entidade certificadora e pretende garantir o integral respeito e minucioso cumprimento de um complexo conjunto de regras, normas e princípios reunidos no Caderno de Especificações.

O documento determina as características da matéria-prima e regula todo o processamento, longo e complexo, desde a recepção, calibração e normalização, salga, lavagem, pós-salga, secagem e maturação, cura, envelhecimento e afinação. Este processamento, considerando a totalidade das fases que o compõem, deverá ser superior a nove meses.

 

Apresentação oficial do Presunto Marca Mação

Prata, Rede e Corda pretas; Gargantilha com Marca Mação; Rótulo com o mesmo formato mudando apenas o nome da empresa localizado imediatamente abaixo do curvilhão.

 

Mação tem cerca de uma dezena de empresas produtoras, 200 funcionários e cinco mil toneladas de presunto produzidas por ano, que representam um volume de facturação anual na ordem dos 30 milhões de euros.

 






Infra-estrutura e alojamento por datagen.eu